Vacinas.com.br Agende suas vacinas
Home Blog Vacinas Caxumba: sintomas e prevenção da parotidite epidêmica (papeira)

Compartilhar com

Compartilhar com Facebook Compartilhar com Twitter Compartilhar com Whatsapp
Vacinas 10 fev 2021 | AUTOR: Equipe Vacinas.com.br

Caxumba: sintomas e prevenção da parotidite epidêmica (papeira)

A caxumba é uma doença que atinge até 150 mil pessoas anualmente no Brasil. A doença pode ser facilmente prevenida pela vacinação. Entenda mais sobre:

O que é caxumba?

A parotidite epidêmica, conhecida popularmente como papeira ou caxumba, é uma infecção viral que pode afetar qualquer tecido glandular do corpo humano, sendo mais comum atingir as glândulas parótidas, que produzem a saliva, ou as submandibulares e sublinguais, próximas ao ouvido. 

A doença pode acometer pessoas de todas as faixas etárias, porém é mais frequente em crianças e em adolescentes, por ser uma doença de fácil transmissão.

Sintomas de caxumba

Os principais sintomas da caxumba incluem: 

  • Aumento das glândulas salivares;
  • Febre;
  • Dor de cabeça;
  • Fadiga e fraqueza;
  • Perda de apetite;
  • Dor ao mastigar ou engolir. 

O que pode ser confundido com caxumba?

Por serem doenças virais, a caxumba pode, no início do quadro, ser confundida com a gripe. Isso porque os sintomas se assemelham, sendo comum febre, dor de cabeça, dor muscular e dor no corpo.

O que causa caxumba?

A caxumba é causada pelo vírus paramyxovirus da classe rubulavirus, que acomete principalmente as glândulas parótidas.

Caxumba pega? Entenda a transmissão da doença

Sim, é uma doença altamente transmissível. O principal meio de transmissão é por meio de contato direto de uma pessoa infectada com uma saudável. 

Os períodos de maior propagação da doença são no inverno e no outono. Locais com grande número de pessoas e falta de ventilação adequada facilitam a transmissão da caxumba.

É possível pegar caxumba mais de uma vez?

É possível, porém são raros os casos de reinfecção, uma vez que, quando a pessoa é contaminada pelo vírus, ela adquire imunidade.

Riscos e complicações

A caxumba pode ocasionar orquite (inflamação nos testículos) nos homens e ooforite (infecção dos ovários) nas mulheres.

Além disso, também pode ocorrer casos de inflamação do pâncreas (pancreatite) e inflamação que envolve cérebro e meninges (meningoencefalite).

Diagnóstico e tratamento da doença

O diagnóstico se dá por avaliação clínica, ou seja, o médico examina a pessoa e solicita coleta sangue do paciente para identificar ou não a elevação de uma enzima chamada amilase.

Prevenção da caxumba

A melhor forma de prevenir a caxumba é através da vacinação! Entenda um pouco mais sobre a vacina:

Vacina tríplice viral

A vacina tríplice viral é de extrema importância e é capaz de prevenir três doenças: sarampo, caxumba e rubéola. A imunização é indicada a partir dos 12 meses de idade. 

Contraindicações da vacina

A vacina é contraindicada para algumas pessoas e pode trazer riscos a esses grupos:

  • Gestantes;
  • Pessoas que têm anafilaxia aos componentes da vacina (inclusive neomicina e gelatina);
  • Imunodeprimidos, ou seja, pessoas que têm doença de base que leva à imunossupressão ou que fazem uso de imunossupressores como corticosteroides por via oral ou parental.
  • Pessoas que realizaram radioterapia ou quimioterapia nos últimos 3 meses;
  • Pessoas que realizaram transplante de medula óssea devem aguardar de 1 a 2 anos para receber a vacina;
  • Pessoas com histórico de alergia grave após aplicação de dose anterior das vacinas ou de seus componentes;
  • Vacinas de vírus vivos, se não aplicadas no mesmo dia, devem ter intervalo de no mínimo 30 dias entre as aplicações;
  • Pacientes que estejam com febre no dia da aplicação devem ter a administração da vacina adiada.  

Após receber a vacina, recomenda-se evitar a gestação por 30 dias. Pessoas que receberam doses da vacina febre amarela e/ou a vacina varicela devem aguardar no mínimo 30 dias para receber a Vacina Tríplice Viral.

Fontes

 Minha Vida. Caxumba: sintomas, tratamento e diagnóstico. Disponível em: https://www.minhavida.com.br/saude/temas/caxumba

Blog Saúde. Caxumba. Disponível em: http://www.blog.saude.gov.br/index.php/35119-doencas-da-infancia-caxumba

Vacinas relacionadas

		    
		    
	  	

Comentários