Vacinas.com.br Agende suas vacinas
Home Blog Vacinas Eficácia da CoronaVac: saiba tudo sobre a eficácia e segurança da vacina

Compartilhar com

Compartilhar com Facebook Compartilhar com Twitter Compartilhar com Whatsapp
Vacinas 05 mar 2021 | AUTOR: Equipe Vacinas.com.br

Eficácia da CoronaVac: saiba tudo sobre a eficácia e segurança da vacina

A busca pela prevenção da COVID-19 não para em nenhum momento. Muitas vacinas estão sendo desenvolvidas e mostram resultados promissores, nos dando esperança para passarmos por essa pandemia o mais rápido possível.

Conheça a eficácia da CoronaVac e como funciona a vacina.

Como a eficácia das vacinas é determinada?

Para comprovar a eficácia e a segurança de uma vacina, são necessárias várias etapas.

No caso da vacina CoronaVac, os testes para estudos clínicos de fase 3 começaram em julho do ano passado em 7 estados brasileiros.

O estudo foi realizado com 13.060 voluntários, todos profissionais da saúde e por isso com intensa exposição a pessoas com COVID-19. Destes, metade recebeu placebo e a outra metade tomou a vacina.  Os resultados mostraram que, desde o início dos estudos, 252 pessoas foram infectadas, sendo 167 do grupo que recebeu placebo e 87 do grupo que tomou a vacina. Nenhum paciente vacinado apresentou caso grave ou moderado da doença.

Qual a eficácia da vacina CoronaVac?

A eficácia da CoronaVac contra infecções muito leves por SARS-CoV-2 é de 50,38%, o que está dentro do recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pela Anvisa.

Entretanto, a eficácia contra doença leve foi de 78% e contra doença moderada e grave, de 100%

Mesmo que a porcentagem pareça baixa, temos que lembrar que mesmo a vacina da gripe apresenta eficácia ao redor de 60%.

Como a CoronaVac funciona 

Para a formulação da vacina, foi utilizada a tecnologia de inativação do vírus.

Após receber a vacina, o organismo começa a produzir as células e os anticorpos necessários para combater a doença.

De acordo com os estudos, quem contrair o vírus, mesmo que não desenvolva a doença, poderá ainda transmiti-la a outras pessoas.

O que as porcentagens 50,38%, 78% e 100% significam?

Os resultados obtidos pelo estudo, mostraram que, nos casos graves e moderados, a eficácia da vacina é de 100%. Já para os casos leves, 78%. Nos casos muito leves, a eficácia fica em 50,38%.

Mas o que isso quer dizer? Significa que, comparada a quem não foi vacinado, a pessoa que receber a CoronaVac tem 50,38% menos chances de contrair a doença. Se contrair, há 78% de chance de não precisarmos de qualquer atendimento médico e 100% de certeza (ou muito próximo disso) de que a doença não evoluirá para casos graves.

A vacina brasileira contra o COVID-19 é realmente boa e segura?

Com certeza! A vacina passa por inúmeros testes que comprovam sua eficácia e segurança, tornando-a apta para a aplicação.

Diferença entre eficácia e efetividade

Tanto a eficácia quanto a efetividade dizem a respeito a proteção fornecida por uma vacina, mas possuem significados diferentes. 

A eficácia de uma vacina demonstra o desempenho e segurança dela avaliada em ensaios clínicos controlados.

Já a efetividade mostra como a vacina protege as pessoas no dia a dia e no mundo real. Não é possível entender a efetividade de uma vacina se a mesma não for aplicada em massa. 

Como é a eficácia de outras vacinas?

A eficácia das vacinas varia. No Brasil, a maioria das vacinas em uso tem eficácia superior a 80%, porém não são todas.

A vacina da gripe, por exemplo, tem uma eficácia entre 40% e 80% considerando diversos estudos e diferentes faixas etárias.

De acordo com o Ministério da Saúde, as vacinas que fazem parte calendário nacional de vacinação, e são aplicadas nos postos de saúde como a da meningite meningocócica C e a tetravalente viral (sarampo, caxumba, rubéola e varicela) possuem uma alta taxa de eficácia, sendo de 98% e 95%. A vacina febre amarela pode chegar a uma eficácia de até 98%.

Há vacinas em que a taxa de eficácia varia de acordo com a faixa etária em que é administrada. É o que acontece, por exemplo, com a vacina HPV e a hepatite B.  

Fontes

Instituto Butantan. CoronaVac: tudo que você sempre quis saber e não tinha para quem perguntar. Disponível em: https://butantan.gov.br/noticias/coronavac-tudo-que-voce-sempre-quis-saber-e-nao-tinha-para-quem-perguntar

Diário do Nordeste. Eficácia da Coronavac e demais vacinas: porque o imunizante com índice menor é útil contra a Covid. Disponível em: https://diariodonordeste.verdesmares.com.br/metro/eficacia-da-coronavac-e-demais-vacinas-por-que-o-imunizante-com-indice-menor-e-util-contra-a-covid-1.3034053

Vacinas relacionadas

Comentários