Vacinas.com.br Agende suas vacinas
Home Blog Vacinas Febre Tifoide: o que é, quais os sintomas e como prevenir a doença

Compartilhar com

Compartilhar com Facebook Compartilhar com Twitter Compartilhar com Whatsapp
Vacinas 20 dez 2021 | AUTOR: Equipe Vacinas.com.br

Febre Tifoide: o que é, quais os sintomas e como prevenir a doença

Febre Tifoide é uma doença bacteriana aguda que, se não tratada rapidamente e de forma adequada, pode levar à morte. 

Segundo os dados do Ministério da Saúde, no Brasil, a doença surge de maneira endêmica em regiões isoladas, com algumas epidemias onde as condições de vida são mais precárias, principalmente nas regiões Norte e Nordeste. A sua ocorrência está diretamente relacionada às condições de saneamento básico existentes e aos hábitos individuais. Em áreas endêmicas, acomete com maior frequência indivíduos de 15 a 45 anos e a taxa de ataque se reduz com a idade. 

O que é a Febre Tifoide?   

A Febre Tifoide é uma doença bacteriana aguda de distribuição mundial. É causada pela bactéria Salmonella enterica sorotipo Typhi, da família Enterobacteriaceae. Caso não seja tratada adequadamente, pode levar o indivíduo acometido à morte.  

Febre Tifoide: como ocorre a sua transmissão?      

A doença pode ser transmitida de duas formas: direta ou indireta.  

Na forma direta, o indivíduo pode ser infectado se entrar em contato com as mãos da pessoa infectada. 

Já na forma indireta a transmissão ocorre através da ingestão de água ou alimentos contaminados com fezes ou urina de pessoas doentes ou portadoras da bactéria.  

A ocorrência da condição está principalmente relacionada a baixos níveis socioeconômicos, como condições inseguras de saneamento básico e falta de higiene pessoal e ambiental.  

Qual a diferença entre Febre Tifoide e outras salmoneloses?  

A Febre Tifoide é causada pela bactéria Salmonella typhi. Outras doenças entéricas provocadas por infecções por Salmonella entérica não typhi podem ocorrer e entram no diagnóstico diferencial que o médico que acompanha o paciente deve ter em mente.  

Os dois tipos de doença são transmitidos via contato direto com o paciente ou portador e, indiretamente, através da ingestão de alimentos ou água contaminados. 

Normalmente a salmonelose não typhi causa gastroenterite autolimitada. Já a Salmonella typhi causa a infecção invasiva chamada Febre Tifoide.  

Febre Tifoide: sintomas?  

Os sintomas mais comuns da Febre Tifoide são: febre elevada; dores de cabeça; mal-estar geral; inapetência; ritmo cardíaco lento apesar da febre; aumento do volume do baço; manchas rosadas no tronco; prisão de ventre ou diarreia e tosse seca.  

Nas crianças, a doença normalmente é menos grave do que nos adultos, causando frequentemente diarreia. É importante observar os sintomas, como a febre em bebês, para buscar um tratamento rápido. 

Qual e quanto tempo dura o tratamento da Febre Tifoide?  

O tratamento é feito com o uso de antibióticos específicos, reidratação e repouso. Em raros casos pode ser necessária a internação hospitalar até a melhora dos sintomas.  

O tratamento dura de 10 a 14 dias, variando de acordo com a gravidade de cada caso e com o medicamento utilizado.   

Recomenda-se que o paciente procure atendimento médico assim que sentir algum dos sintomas, uma vez que é fundamental que o tratamento se inicie o mais rápido possível.   

A automedicação nunca é indicada e não deve ser feita. Todas as orientações devem ser feitas por um profissional especializado.    

Febre Tifoide: vacina  

A melhor forma de prevenir a condição é se vacinando. Sua indicação é para crianças a partir de 2 anos de idade, adolescentes e adultos que viajam para áreas de alta incidência da doença, em situações específicas de longa permanência e após análise médica criteriosa e profissionais que lidam com águas contaminadas e dejetos. 

Esse imunizante pode ser encontrado nos serviços privados de vacinação e centros de atendimento ao viajante.  

Atenção! As pessoas devem estar atentas sobre quais vacinas para quem vai viajar são necessárias, a fim de reduzir os riscos de transmissão em lugares de potenciais riscos.  

Assim como existem países que exigem vacinas febre amarela, existem países em que a vacina da Febre Tifoide é obrigatória. 

Fontes 

Ministério da Saúde. Febre Tifoide: causas, tratamento, diagnóstico e prevenção. Disponível em:  http://antigo.saude.gov.br/saude-de-a-z/febre-tifoide 

Nova Pediatria. SALMONELLA (TIFI VS. NÃO TIFI). Disponível em: https://novapediatria.com.br/salmonella-tifi-vs-nao-tifi/ 

SBIm. Vacina Febre Tifoide. Disponível em: https://familia.sbim.org.br/vacinas/vacinas-disponiveis/vacina-febre-tifoide 

Vacinas relacionadas

		    
	  	

Comentários