Agende já suas vacinas
Vacinas
22 Maio 2020 | AUTOR: Equipe Vacinas.com.br

Reações da vacina da gripe: entenda de uma vez por todas quais os efeitos colaterais mais comuns

As reações da vacina da gripe podem ocorrer em qualquer idade, desde lactentes a idosos e devemos estar atentos.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), os casos da gripe, causada pelo vírus influenza, variam de quadros leves a formas graves e que podem inclusive levar a óbito. As formas graves de influenza (gripe) ocorrem, principalmente, entre as pessoas que fazem parte dos grupos de maior risco (crianças menores de 5 anos de idade, gestantes, adultos com 60 anos ou mais, portadores de doenças crônicas não transmissíveis ou outras condições clínicas especiais).

A vacina da gripe é a medida de prevenção mais importante para proteger contra a doença. Entenda abaixo os efeitos adversos comuns e incomuns que podem ocorrer após a imunização.

 

A vacina da gripe pode dar febre?

Sim. Embora aconteça com maior frequência em pacientes que não tiveram contato anteriormente com os antígenos da vacina, pode ocorrer de 6 a 12 horas após a vacinação e persistir por um a dois dias. Esse sintoma atinge menos de 10% dos pacientes vacinados. 

 

Tive tontura alguns dias depois de tomar a vacina da gripe, é normal?

Não. A tontura não faz parte dos eventos adversos pós-vacinação da gripe influenza. Caso ocorra, é necessário investigar.

 

Afinal, quais são os efeitos colaterais da vacina da gripe?

Tanto as vacinas utilizadas pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI) quanto aquelas oferecidas na rede privada no Brasil são compostas por vírus inativados, fracionados e purificados, ou seja, não contêm vírus vivos e não causam a doença.

Contudo, os efeitos adversos podem ocorrer. A maioria desses efeitos não são preocupantes e muito raramente podem gerar complicações graves que requerem o parecer de um médico. 

Conheça alguns dos efeitos adversos locais ou sistêmicos pós-vacinação:

  • Dor no local da injeção;
  • Febre;
  • Mal-estar;
  • Dor muscular.

Reações de hipersensibilidade (alérgicas) são raríssimas e podem estar associadas a qualquer componente presente na vacina.

Já as manifestações neurológicas são raras. Algumas vacinas podem anteceder o início da Síndrome de Guillain-Barré (SGB), doença em que o sistema imunológico ataca os nervos. Normalmente, os sintomas aparecem entre 1 a 21 dias e no máximo até 6 semanas após a vacinação. O próprio vírus influenza pode desencadear essa síndrome e a frequência é de 1 caso por milhão de vacinas administradas.

Outras manifestações neurológicas de natureza inflamatória podem ocorrer de 1 dia a 6 semanas após a aplicação da vacina, são elas:

  • Encefalite aguda disseminada (ADEM);
  • Neurite óptica;
  • Mielite transversa.

Todos os casos de efeitos adversos graves e incomuns devem ser investigados por profissionais de saúde.

Mulher assoando o nariz

Vacina da gripe da reação em bebê?

A vacina da gripe é, em geral, muito segura e na maioria dos casos é bem tolerada. Porém, os eventos adversos podem ocorrer e não se limitam a uma idade específica, podendo ocorrer desde lactentes até os idosos.

 

Em quantos dias a vacina da gripe faz efeito?

A vacina da gripe começa a fazer efeito entre 2 e 3 semanas pós-vacinação e tem a duração 6 a 12 meses, por isso deve ser tomada anualmente. O pico máximo de anticorpos ocorre de 4 a 6 semanas. Em idosos, os níveis de anticorpos podem ser menores.

 

Veja onde se vacinar em Locais de Aplicação

 

Fonte: Informe Técnico – 22ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza

Vacinas por Perfil

Aqui você encontra todas as vacinas que você deve tomar de acordo com seu perfil e cuidados ao viajar.

MaisLidas