Vacinas.com.br Agende suas vacinas
Home Blog Vacinas Saúde do idoso: importância, cuidados e como promover a saúde na terceira idade

Compartilhar com

Compartilhar com Facebook Compartilhar com Twitter Compartilhar com Whatsapp
Vacinas 30 jun 2021 | AUTOR: Equipe Vacinas.com.br

Saúde do idoso: importância, cuidados e como promover a saúde na terceira idade

Quando falamos sobre saúde do idoso, estamos falando sobre diversos pilares que, quando regulados, proporcionam maior qualidade de vida nessa faixa etária, tais como alimentação saudável, acompanhamento médico regular, saúde mental, prática de atividades físicas, atividades em grupo, apoio familiar, entre outros. 

De acordo com a Organização da Saúde (OMS), o envelhecimento apresenta desafios e oportunidades. Isso significa que cuidados básicos de saúde e visão de cuidados de longo prazo são fundamentais para a mudança do cenário atual. Investimentos recorrentes em saúde, visando a prevenção de doenças crônicas, o diagnóstico precoce e a identificação de fatores de risco, podem permitir o envelhecimento saudável da população.

Qual a importância da saúde do idoso?

Cuidados preventivos são infinitamente melhores que paliativos. Portanto, as medidas de promoção de saúde para a terceira idade devem se iniciar muito antes dos 60 anos. É importante estimular bons hábitos de vida, alimentação , atividade física, vacinação, visitas regulares ao médico para realização de exames e aderência aos tratamentos prescritos. Com o passar dos anos, é natural que o corpo esteja mais suscetível a doenças potencialmente perigosas. Também podem fazer parte do processo do envelhecimento, para algumas pessoas, a redução de capacidade motora e cognitiva, sendo necessário traçar estratégias funcionais adequadas para cada indivíduo.

Como é a saúde do idoso no Brasil?

No Brasil, o número de idosos (≥ 60 anos de idade) passou de 3 milhões em 1960, para 7 milhões em 1975, e 14 milhões em 2002 e estima-se que hoje temos em torno de 32 milhões. 

Atualmente, os sistemas público e privado de saúde oferecem consultas com clínico geral e especialistas, inúmeros medicamentos, exames laboratoriais e de imagem, porém as informações não são centralizadas ou compartilhadas, o que gera desperdício e uma pior qualidade no atendimento, com pontos cegos na jornada.

Idosos utilizam os serviços de saúde – nos níveis primário, secundário e terciário – com maior frequência em virtude da maior incidência de doenças crônicas na terceira idade. As doenças crônicas, que podem ser múltiplas, necessitam de acompanhamento e exames frequentes, além de cuidados e medicação contínuos. 

Os estudos demonstram que a estratégia de saúde integrada é muito eficiente. Os cuidados integrados tem por conceito cuidar da saúde do paciente de forma ampla, e não apenas da doença em si, através de ações de educação, promoção da saúde, prevenção de doenças que podem ser evitadas, postergação de enfermidades, tratamento precoce e reabilitação. 

Com esse olhar sistêmico é possível proporcionar um envelhecimento mais saudável da população incluída neste tipo de cuidado e maior qualidade de vida para os idosos, além de contribuir para a  sustentabilidade do sistema de saúde brasileiro.

O que fazer para promover a saúde do idoso?

Para um envelhecimento saudável e ativo, muitas atividades podem ser recomendadas. Veja algumas delas:

Alimentação saudável

A alimentação dependerá de cada paciente em específico, pois determinadas dietas são recomendadas para idosos que tenham condições pré-existentes, como diabetes, hipertensão, obesidade e hipercolesterolemia e outras são recomendadas para os idosos sem doenças crônicas. Os profissionais da saúde são aptos a dar orientações gerais relacionadas à alimentação, mas um acompanhamento mais personalizado requer as orientações de um nutricionista.

Recomenda-se que sempre verifiquem os rótulos dos alimentos para auxiliar na escolha de produtos mais saudáveis na hora da compra, evitando alimentos muito processados e ricos em gorduras saturadas, sal e açúcar.

Acompanhamento médico regular

Como dito anteriormente, o acompanhamento médico regular é essencial para o diagnóstico precoce e para a prescrição de medicamentos e para orientação de medidas preventivas. O controle de doenças crônicas também requer acompanhamento frequente e realização regular de exames complementares.

Manter seus exames em dia, tomar as vacinas para idosos e agendar consultas de rotina são ingredientes indispensáveis para a receita de saúde na terceira idade.

Saúde mental

Alguns idosos tendem a se isolar e reduzir o círculo de convívio e amizades. Essa atitude é ruim para o corpo e para a mente. Cozinhar, passear no parque, estar entre amigos e familiares, aprender coisas novas, conhecer lugares diferentes e outras atividades prazerosas são maneiras de manter o cérebro ativo e jovem e, além de promover bem-estar físico, reduzindo a ocorrência de depressão e perdas cognitivas.

Sempre esteja disposto a conversar com pessoas de sua confiança sobre os seus sentimentos, para que possam te apoiar quando necessário e compartilhar momentos de alegria.

Atividades físicas e de reabilitação

A prática de atividade física é extremamente importante para reduzir os riscos de doenças crônicas na terceira idade. Converse com seu médico e com um profissional da educação física ou da fisioterapia para encontrar a melhor atividade, adequada ao seu gosto, necessidade e capacidade física e motora.

As atividades físicas trazem muitos benefícios para a saúde, como:

  • Fortalecimento muscular, reduzindo as perdas funcionais, favorecendo a preservação da independência;
  • Redução no risco de morte por doenças cardiovasculares;
  • Melhora do controle da pressão arterial;
  • Manutenção da densidade mineral óssea, com ossos e articulações mais saudáveis;
  • Melhora a postura e o equilíbrio;
  • Controle do peso corporal;
  • Melhora o perfil lipídico;
  • Melhor utilização da glicose;
  • Melhora a circulação e retorno venoso;
  • Melhora o habito intestinal;
  • Melhora a resposta imunológica;
  • Maior qualidade do sono;
  • Ampliação do contato social;
  • Correlações favoráveis com redução do tabagismo e abuso de álcool e drogas;
  • Diminuição da ansiedade, do estresse, melhora do estado de humor e da autoestima.

Atividades em grupo

As atividades ficam mais fáceis e divertidas quando estamos na presença de pessoas que gostamos, como nossos amigos e familiares. Procurar companhia na hora de se exercitar ou realizar outras atividades, é muito importante para deixar esse momento ainda mais prazeroso.

Apoio familiar

O auxílio e a presença da família são muito importantes na hora de cuidar da saúde do idoso, pois complementam informações relevantes para os médicos além de conferir segurança e acalento ao paciente.

Compreender os direitos do idosos

Na terceira idade, as pessoas possuem direitos pré-estabelecidos pelo Estatuto do Idoso, que garantem prioridade no transporte público, acesso a espaços públicos e privados, acesso à saúde, previdência social e entre outros. Conhecer todos os seus direitos é imprescindível.

Quais os programas de saúde que o SUS oferece para o idoso?

Unidade Básica de Saúde (UBS): Todos os idosos devem estar vinculados e matriculados nas UBS do SUS. Esse é o local onde a população, inclusive idosos, deve realizar suas consultas de rotina para diagnóstico e tratamento de doenças como Hipertensão Arterial Sistêmica, Diabetes Mellitus, doenças cardiovasculares, doenças osteoarticulares e depressão.

Unidade de Referência à Saúde do Idoso – URSI: é uma unidade especializada para atender ao idoso na sua área de abrangência. A equipe gerontológica é composta pelos seguintes profissionais com especialização em Gerontologia e Geriatria: Assistente Social, Enfermeiro, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Médico Geriatra, Nutricionista, Psicólogo e Terapeuta Ocupacional. Outros profissionais fundamentais são: Auxiliar Técnico Administrativo e Auxiliar de Enfermagem.

Programa Acompanhante de Idosos – PAI: é um tipo de cuidado domiciliar bio-psico-social à pessoas idosas em situação de fragilidade e vulnerabilidade social.

Caderneta de Saúde da Pessoa Idosa: É um documento do Ministério da Saúde que agrupa todas as informações sobre a saúde do idoso, facilitando o acompanhamento multidisciplinar. Nela há diversas informações importantes e deve estar sempre em mãos para manter ser mantida atualizada. 

Exames importantes para idosos

Os exames são solicitados de acordo com o quadro clínico de cada paciente. Alguns exames fazem parte de avaliações habituais, como:

  • Hemograma completo (exame de sangue);
  • Perfil lipídico (colesterol);
  • Glicemia em jejum;
  • Ureia e creatinina
  • TGO e TGP 
  • TSH
  • PSA
  • 25-hidroxi-vitamina D;
  • Densitometria óssea;
  • Mamografia;
  • Papanicolau
  • Ultrassonografia de próstata;
  • Colonoscopia;
  • Eletrocardiograma;
  • Teste de esforço;
  • Radiografia de tórax.

Vacinação para idosos

A vacinação para idosos é a melhor forma de garantir proteção contra doenças infecciosas e as formas graves delas para as pessoas mais suscetíveis.

Durante a terceira idade, é natural que o sistema imune fique mais enfraquecido, podendo ser porta de entrada para doenças. Portanto, manter o calendário vacinal atualizado com todas as vacinas recomendadas pelos órgãos de saúde fortificará o organismo e as chances de adoecimento serão muito menores.

Fontes

Saúde da Saúde. Saúde do idoso: saiba a importância dos cuidados e desafios com esse paciente. Disponível em: https://saudedasaude.anahp.com.br/saude-do-idoso-saiba-a-importancia-dos-cuidados-e-desafios-com-esse-paciente/ 

Scielo. Envelhecer no Brasil: a construção de um modelo de cuidado. Disponível em: https://www.scielosp.org/article/csc/2018.v23n6/1929-1936/

Ministério da Saúde. Envelhecimento e saúde da pessoa idosa. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/evelhecimento_saude_pessoa_idosa.pdf

Prefeitura SP. Saúde da Pessoa Idosa. Disponível em: https://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/saude/atencao_basica/pessoa_idosa/index.php?p=5498MedPrev.

Quais são os exames para um check-up de rotina para idosos? Disponível em: https://medprev.online/blog/saude/quais-sao-os-exames-para-um-check-up-idosos/

Vacinas relacionadas

		    
		    
		    
		    
		    
		    
		    
	  	

Comentários