Agende já suas vacinas
Vacinas
14 jul 2020 | AUTOR: Equipe Vacinas.com.br

Quais os sintomas do HPV feminino e como identificar o vírus nas mulheres

Os sintomas do HPV feminino podem ser representados por lesões clínicas ou subclínicas. Entenda:  

Lesões clínicas: são verrugas na região genital ou do ânus. Podem ser únicas ou múltiplas, de tamanhos variáveis, achatadas ou elevadas. Geralmente essas verrugas são causadas por tipos de HPV não cancerígenos. 

Lesões subclínicas: esses tipos de lesões podem ser causados por tipos de HPV de baixo e alto risco para o desenvolvimento do câncer. Não são visíveis a olho nu e podem aparecer nos mesmos locais das lesões clínicas. 

É importante ressaltar que mulheres, mesmo que já vacinadas, não devem deixar de realizar o exame de Papanicolau, pois existem outros tipos de HPV contra os quais a imunização não confere proteção. Além disso, o médico pode indicar outras complicações através do exame.

Existe cura para o HPV em mulheres?

Não há cura para o HPV, porém existe como tratar o HPV para controlar a doença. Estima-se que, em torno de 95% das pessoas que contraem HPV, o sistema imunológico é capaz de eliminar completamente o vírus, sem apresentar quaisquer sinais da doença no corpo humano.

Os sintomas de HPV na mulher são diferentes daqueles que aparecem no homem?

Não, na maioria dos casos o HPV é assintomático em ambos os sexos, mas podem aparecer lesões em forma de verrugas na região genital feminina ou masculina. Além disso, as lesões podem se manifestar em áreas de conjuntivas, mucosa nasal, oral e laríngea.

Mulher segurando uma plaquinha escrita HPV

Como saber se tenho HPV?

Como dito anteriormente, o HPV pode não ter manifestações clínicas. A vacina contra HPV é a principal forma de prevenção contra a doença e é importante manter os exames de rotina sempre em dia.

O HPV na gravidez pode prejudicar meu bebê?

Mesmo que haja a presença do HPV na gravidez, é incomum que os bebês apresentam sinais da doença, mesmo que contaminados pelo vírus. A notícia boa é que as lesões da papilomatose laríngea são causadas pelos HPVs 6 e 11, que são preveníveis por vacinação

O obstetra deverá analisar a localização das lesões da gestante e definir se deve ser feito o parto normal ou cesariana para que o bebê não tenha contato direto com a área contaminada.

Posso tomar a vacina HPV na gestação?

Não, as duas vacinas HPV disponíveis são contraindicadas na gestação. Uma mulher que iniciou o esquema de vacinação e engravidou deve interromper a vacinação para HPV e retomar o esquema quando o bebê nascer. Não há necessidade de refazer nenhuma dose, só completar as que estiverem faltando.

 

Veja também: Tudo sobre HPV

Veja onde se vacinar em Locais de Aplicação

 

Fontes

http://www.saude.gov.br/images/pdf/2017/dezembro/07/Perguntas-e-respostas-HPV-.pdf

https://sbim.org.br/images/files/faq-hpv-dez-2017.pdf

 

Vacinas por Perfil

Aqui você encontra todas as vacinas que você deve tomar de acordo com seu perfil e cuidados ao viajar.

MaisLidas