Vacinas.com.br Agende suas vacinas
Home Blog Vacinas Tuberculose: entenda o que é, tipos, sintomas, prevenção e vacina

Compartilhar com

Compartilhar com Facebook Compartilhar com Twitter Compartilhar com Whatsapp
Vacinas 15 fev 2021 | AUTOR: Equipe Vacinas.com.br

Tuberculose: entenda o que é, tipos, sintomas, prevenção e vacina

A tuberculose é uma doença bacteriana que pode ser mortal se não tratada e prevenida adequadamente.

Conheça mais sobre a doença e como se prevenir:

O que é tuberculose?

A tuberculose é uma doença infecciosa causada pelo Mycobacterium tuberculosis, também conhecido como bacilo de Koch. É transmissível e afeta majoritariamente os pulmões, podendo acometer outros órgãos. 

Quando a doença acomete outros órgãos e não só o pulmão, ela é chamada de tuberculose extrapulmonar. Acontece com frequência em pessoas que convivem com HIV, principalmente aqueles em que o sistema imunológico já está comprometido.

Sintomas de tuberculose

A tuberculose é uma doença marcada pela tosse, que pode ser seca ou produtiva. Outros sintomas comuns incluem: 

  • Febre vespertina;
  • Sudorese noturna;
  • Emagrecimento;
  • Cansaço;
  • Fadiga. 

Recomenda-se às pessoas que tiverem tosse contínua por 3 semanas ou mais que busquem auxílio médico para investigar o diagnóstico e iniciar o tratamento adequado.

Sintomas em casos graves

Além dos sintomas acima, em casos mais graves, os sintomas podem incluir a presença de sangue ao tossir, dificuldade para respirar e dor torácica.

Causas

A tuberculose é causada pela bactéria Mycobacterium tuberculosis, também conhecida como bacilo de Koch.

Tuberculose “pega”? Entenda a transmissão da doença

Sim. A tuberculose pode ser facilmente transmitida, sendo possível que um paciente infectado transmita a doença para, em média, de 10 a 15 pessoas.

A transmissão da doença é por vias aéreas. A pessoa doente, ao falar, espirrar ou tossir, expele o bacilo de Koch, que fica disperso no ar na forma de aerossóis, podendo assim contaminar outras pessoas a partir da inalação do bacilo.

É importante dizer que a tuberculose não é transmitida por meio de objetos compartilhados, como talheres, copos etc.

Além disso, após 15 dias de tratamento, a transmissão tende a diminuir significativamente.

Diagnóstico de tuberculose

Para diagnosticar a tuberculose, são utilizados os seguintes exames bacteriológicos: 

  • Baciloscopia;
  • Teste rápido molecular para tuberculose;
  • Cultura para micobactéria. 

Além desses exames, a radiografia de tórax é solicitada como exame complementar e deve ser realizada em todas as pessoas com suspeita clínica de tuberculose.

Tipos de tuberculose

Há vários tipos de tuberculose. Conheça:

Tuberculose ganglionar

A tuberculose ganglionar acomete os gânglios do pescoço, tórax, axilas ou virilha. Mesmo que não seja muito comum, a condição também pode afetar a região do abdome.

Esse tipo de tuberculose acomete principalmente pacientes portadores de HIV e mulheres dos 20 aos 40 anos. 

Tuberculose pulmonar

É o tipo de tuberculose mais comum que afeta diretamente o pulmão. Ela é transmitida facilmente pelo ar, através de aerossóis provenientes de tosse e espirro da pessoa infectada.

Tuberculose extrapulmonar

A tuberculose extrapulmonar é quando a doença atinge outros órgãos além do pulmão, como a pleura (que é uma membrana que reveste os pulmões), os gânglios linfáticos, ossos, rins etc.

Tuberculose miliar

Na tuberculose miliar acontece uma disseminação do bacilo de Koch por todo o corpo. É muito perigosa e pode ser mortal.

Pode afetar qualquer órgão do corpo, porém os mais comuns são os pulmões, as meninges, o fígado e a medula óssea.

A condição ocorre com maior frequência em crianças menores de 4 anos, pessoas com o sistema imunológico comprometido e idosos.

Tuberculose pleural

 A tuberculose pleural acontece quando o bacilo de Koch acomete o espaço pleural, espaço entre as duas camadas da membrana que reveste os pulmões. Ocorre então o derrame pleural por acúmulo de líquido no espaço pleural.

Tuberculose óssea

Esse tipo de tuberculose afeta principalmente a coluna e a articulação do quadril ou do joelho. É uma doença de progressão lenta, piorando gradativamente.

Acomete com maior frequência crianças e idosos cujo sistema imune está enfraquecido.

Tuberculose urinária

Os sintomas da tuberculose urinária se assemelham com o da infecção urinária. Em caso de suspeita, é necessário auxílio médico rápido para início imediato do tratamento, uma vez que esse tipo de tuberculose pode causar deformidades no sistema urinário e insuficiência renal.

Tuberculose cerebral

Este é um tipo de tuberculose muito grave, em que o bacilo de Koch se instala e se multiplica nas meninges, causando a  meningite tuberculosa. Pode ocorrer também a formação de tuberculomas cerebrais, em que há multiplicação do bacilo de Koch no tecido cerebral.

Tratamento da doença  

O tratamento da tuberculose está disponível no Sistema Único de Saúde (SUS) e é extenso, durando no mínimo seis meses. Recomenda-se que o tratamento seja feito em regime de Tratamento Diretamente Observado (TDO), para monitorar os pacientes de perto e pressupor uma atuação humanizada com os profissionais de saúde. 

Em pessoas acima de 10 anos, são utilizados usualmente quatro fármacos para o tratamento dos casos de tuberculose: rifampicina, isoniazida, pirazinamida e etambutol. Crianças com tuberculose são tratadas com 3 drogas: rifampicina, isoniazida e pirazinamida.

A tuberculose tem cura?

Sim, porém o tratamento leva tempo e deve ser feito diariamente.

Como prevenir a tuberculose?

A BCG é a vacina indicada na prevenção da doença. A imunização é a melhor e mais eficiente forma de prevenir a tuberculose.

Vacina BCG

A vacina BCG é capaz de prevenir as formas graves da tuberculose, como a meningite tuberculosa e a tuberculose miliar.

A vacina é indicada de rotina a partir do nascimento até os 5 anos de idade e está disponível nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e nos serviços privados de vacinação.

Tuberculose e coronavírus: diferenças

A tuberculose e a COVID-19 são duas doenças que podem acometer os pulmões e causam tosse e febre.

Entretanto, enquanto a COVID-19 é uma doença aguda, a tuberculose evolui habitualmente com um quadro crônico e arrastado.

Vale ressaltar que a vacina BCG contra COVID-19 não é eficiente e não previne a infecção causada pelo Coronavírus.

 

Fontes

MD Saúde. Tuberculose. Disponível em: https://www.mdsaude.com/doencas-infecciosas/tuberculose/#:~:text=A%20tuberculose%20urin%C3%A1ria%20cursa%20com,urin%C3%A1rio%20e%20insufici%C3%AAncia%20renal%20terminal

Ministério da Saúde. Tuberculose: o que é, causas, sintomas, tratamento, diagnóstico e prevenção. Disponível em: http://antigo.saude.gov.br/saude-de-a-z/tuberculose

 

Comentários