Vacinas.com.br Agende suas vacinas
Home Blog Vacinas Vacina varicela: entenda quem deve tomar a vacina contra a catapora

Compartilhar com

Compartilhar com Facebook Compartilhar com Twitter Compartilhar com Whatsapp
Vacinas 26 mar 2021 | AUTOR: Equipe Vacinas.com.br

Vacina varicela: entenda quem deve tomar a vacina contra a catapora

A vacina varicela (catapora) é a forma mais eficaz de prevenir a catapora que é muito comum e acomete mais de 150 mil brasileiros todos os anos.

É uma doença que atinge principalmente bebês e crianças e é altamente transmissível, através de gotículas respiratórias, contato com a pele, toque em superfície contaminada e da mãe para o bebê durante a gravidez, parto ou amamentação. 

A varicela pode ser facilmente evitada pela vacinação e, geralmente, pode ser tratada pela própria pessoa. 

Para que serve a vacina varicela?

A vacina varicela serve para prevenir a catapora, infecção viral altamente contagiosa que provoca irritação cutânea com vesículas e crostas na pele.

O que é a catapora?

A catapora é uma infecção que costuma ser benigna, principalmente em bebês e crianças. Em adolescentes e adultos, os casos podem ser mais exuberantes. 

A doença é caracterizada por feridas na pele que causam muito prurido e que podem evoluir para uma infecção bacteriana cutânea. Em casos mais raros, é possível complicação com pneumonia e necessidade de internação. 

Vírus

O vírus causador da varicela é o vírus da varicela. Uma vez no organismo humano, o vírus permanece em latência durante toda a vida, podendo haver reativação em adultos ou em pessoas que possam ter algum tipo de comprometimento imunológico, causando o Herpes Zóster (Cobreiro).

Transmissão

A catapora é transmitida por via respiratória através de aerossóis e por contato direto de pessoa para pessoa, através do contato com o líquido da vesícula, tosse, espirro, saliva e por objetos contaminados pelo vírus.

Tratamento

Normalmente o tratamento da catapora é feito à base de analgésicos e antitérmicos para aliviar a dor de cabeça e baixar a febre, e anti-histamínicos (antialérgicos) para aliviar a coceira. Além disso, são necessários cuidados de higiene com água e sabão.

Do que é feita a vacina varicela?

É uma vacina viva atenuada. Também é composta por gelatina, traços de neomicina e água para injeção.

Com que idade devemos tomar a vacina contra a catapora? 

A vacina varicela faz parte do calendário de vacinação infantil e deve ser aplicada em crianças a partir de 12 meses de vida. Caso ocorra uma situação de surto, a vacina poderá ser aplicada a partir dos 9 meses. 

Para crianças, adolescentes e adultos que nunca tiveram contato com a catapora, a vacinação também é recomendada. 

Contraindicações

A imunização é contraindicada em grávidas, pessoas que apresentam anafilaxia aos componentes da vacina, pacientes com doenças febris agudas e imunodeprimidos em uso de corticóide por mais de 15 dias e tratamento com derivados do sangue, quimioterapia e radioterapia nos últimos 3 meses. 

Esquema de doses

Na rede privada, a primeira dose deve ser administrada aos 12 meses de idade e a segunda, entre 14 e 15 meses de idade. 

Na rede pública, a primeira dose é feita aos 15 meses e a segunda, aos 4 anos de idade.

Para crianças mais velhas, adolescentes e adultos que nunca tiveram contato com a doença, também são recomendadas duas doses com 2 meses de intervalo entre elas. 

A vacina varicela pode ser aplicada na sua forma isolada (vacina varicela) ou com as vacinas sarampo, caxumba e rubéola (vacina tetraviral).

Cuidados antes e após a vacinação

Os cuidados antes da vacinação incluem:

  • Crianças que usaram medicamentos imunossupressores, devem ser vacinadas pelo menos um mês após a suspensão do tratamento;
  • Crianças em uso de quimioterapia para tratar o câncer só podem ser vacinadas três meses após a suspensão do tratamento;
  • Crianças que receberam transplante de medula óssea só podem ser vacinadas de 12 a 24 meses após o procedimento.

Após a vacinação, recomenda-se que, se o paciente sentir reações locais, faça compressas frias para aliviar os sintomas. Caso os sintomas persistam por mais de 72 horas, o serviço de vacinação deverá ser notificado. 

Reações adversas da vacina varicela

Reações comuns:

  • Dor e vermelhidão no local da aplicação;
  • Febre; 
  • Erupções avermelhadas na pele. 

Reações incomuns:

  • Infecção do trato respiratório superior;
  • Sonolência;
  • Sintomas semelhantes à rinite, faringite, aumento ou surgimento de gânglios próximos à região do local da vacinação;
  • Náusea e vômitos;
  • Febre alta.  

Reações raras:

  • Conjuntivite;
  • Diarreia;
  • Urticária;
  • Anafilaxia;
  • Dor abdominal;
  • Convulsões;
  • Vasculite.

Eficácia e tempo de proteção da vacina contra a catapora

A taxa de eficácia da vacina é de 96% a 98% e, se tomadas as doses recomendadas, a vacina é capaz de proteger durante muitos anos. 

Onde encontrar a vacina varicela?

A vacina está disponível nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) para crianças entre 15 meses e 6 anos de idade e nos Centros de Referência para Imunobiológicos Especiais (CRIE), para pessoas com condições específicas de saúde.

Além disso, a vacina particular está disponível nos serviços privados de vacinação.

Fontes

Ministério da Saúde. Catapora (Varicela): causas, sintomas, diagnóstico, tratamento e prevenção. Disponível em: http://antigo.saude.gov.br/saude-de-a-z/varicela-catapora

SBIm. Vacina Varicela (Catapora). Disponível em: https://familia.sbim.org.br/vacinas/vacinas-disponiveis/vacina-varicela-catapora

Vacinas relacionadas

Comentários