Vacinas.com.br Agende suas vacinas
Home Blog Vacinas Vacina Coronavírus: entenda as diferenças das vacinas contra a COVID-19

Compartilhar com

Compartilhar com Facebook Compartilhar com Twitter Compartilhar com Whatsapp
Vacinas 15 dez 2020 | AUTOR: Equipe Vacinas.com.br

Vacina Coronavírus: entenda as diferenças das vacinas contra a COVID-19

As diferenças entre as vacinas contra Coronavírus estão nas estratégias que são utilizadas para formulá-las, os níveis de eficácia e as doses necessárias. 

A COVID-19 já fez milhões de vítimas ao redor do mundo, número que continua crescendo diariamente. A imunização é a esperança de controlar a doença o mais rápido possível.

Atualmente há algumas vacinas que já passaram por todas as fases de testes que comprovam a segurança e eficácia e estão sendo utilizadas em toda a população. Além disso, também estão sendo desenvolvidas e testadas outras vacinas, a fim de acelerar o processo de imunização.

Fase de testes da vacina do Coronavírus

Segundo os dados fornecidos pela Organização Mundial, até o dia 16 de abril de 2021, há 88 vacinas em desenvolvimento clínico e 184 em desenvolvimento pré-clínico, cujo objetivo é analisar a segurança e o potencial imunogênico da vacinação em laboratório, em modelos animais e, a seguir, em seres humanos.

Os testes clínicos da vacina Coronavírus funcionam da seguinte maneira:

  • Na fase 1 de testes, as vacinas são testadas em um pequeno grupo de humanos para avaliar a segurança e a dose necessária para induzir uma resposta imunológica.
  • A fase 2 tem como objetivo estabelecer a sua imunogenicidade. Os voluntários são monitorados rigorosamente sobre quaisquer eventos adversos que possam aparecer e também se avalia melhor a capacidade da vacina de gerar uma resposta imune. Nessa fase, os participantes têm as mesmas características das pessoas para quais as vacinas são destinadas.
  • Já na fase 3, a vacina é administrada em milhares de voluntários, sendo que alguns recebem a dose da vacina experimental e outros, o placebo. Os dados de ambos os grupos são analisados e comparados para concluir se a vacina é realmente segura e eficaz contra a doença que se deseja prevenir. Essa fase já possui algumas vacinas em análise.
  • Ao final da fase 3, o laboratório responsável submete a vacina que se mostrou segura e eficaz aos órgãos regulatórios de cada país que deseja utilizá-la.

Vacina Oxford/AstraZeneca

Fabricante/Desenvolvedor: Desenvolvida pela AstraZeneca e pela Universidade de Oxford.

Fase de testes atual: Atualmente a vacina já está licenciada e sendo aplicada na população. 

Eficácia: A eficácia varia de 76% a 90%.

Doses necessárias: São necessárias duas doses da vacina. 

Vacina Moderna

Fabricante/Desenvolvedor: Desenvolvida nos Estados Unidos, pela empresa americana Moderna.

Fase de testes atual: O imunizante já está sendo aplicado na população.

Eficácia: A vacina Moderna mostrou uma eficácia de 94%.

Doses necessárias: São necessárias duas doses da vacina.

Sputnik V

País de origem: Desenvolvida na Rússia pelo laboratório Gamaleya.

Fase de testes atual: A imunização já está sendo aplicada na população.

Eficácia: A eficácia da vacina é de 92% após a aplicação da segunda dose.

Doses necessárias: São necessárias duas doses da vacina.

CoronaVac

Fabricante/Desenvolvedor: Desenvolvida na China pelo laboratório Sinovac.

Fase de testes atual: Já está sendo aplicada na população.

Eficácia: 50,38% para casos leves, 78% em casos moderados e 100% em casos graves.

Doses necessárias: São necessárias duas doses da vacina.

No Brasil, temos atualmente três vacinas que estão sendo utilizadas: a CoronaVac, a Oxford/AstraZeneca e a Pfizer.

Quem é o grupo prioritário para tomar a vacina?

Os grupos prioritários para a vacina são profissionais da saúde, idosos e pacientes com doenças pré-existentes de qualquer tipo, incluindo distúrbios autoimunes como hipertensão, diabetes, asma, doenças pulmonares, hepáticas e renais, bem como aqueles com infecções crônicas estáveis ​​e controladas. 

As vacinas para idosos devem ser prioridade, pois esse grupo apresenta o sistema imunológico mais frágil, sendo mais suscetíveis a doenças infecciosas.

É importante ressaltar que a vacina da gripe e a vacina COVID-19 são duas vacinas diferentes capazes de proteger contra doenças distintas. Ambas são extremamente importantes, principalmente para os grupos considerados de risco. 

A vacina contra a COVID-19 é obrigatória no Brasil?

Apesar de alguns pronunciamentos de diferentes autoridades, a obrigatoriedade ou não da vacinação para SARS-CoV-2 ainda não está definida.

Existe contraindicações das vacinas contra a COVID-19?

As vacinas COVID-19 são seguras para a maioria das pessoas com 18 anos ou mais. Porém, algumas condições podem contraindicar a vacina, como:

  • Ter um sistema imunológico comprometido;
  • Estar grávida ou amamentando seu bebê;
  • Ter histórico de alergias graves, principalmente a uma vacina (ou a qualquer um dos componentes da vacina).

Nestes casos, recomenda-se uma avaliação prévia com o médico de confiança para avaliar os riscos e os benefícios de tomar a vacina.

Qual o intervalo recomendado entre as vacinas da COVID-19 e outras vacinas?

Não é recomendada a aplicação simultânea da vacina COVID-19 com as demais vacinas. 

Atualmente a indicação é para que o paciente aguarde o intervalo de, no mínimo, 14 dias entre as vacinas COVID-19 e as outras vacinas pertencentes ao Calendário Nacional de Vacinação, inclusive a vacina da gripe

Algumas vacinas particulares também podem ser essenciais para a segurança da população e devem ser tomadas mesmo durante a pandemia, tomando todos os cuidados recomendados pelos Órgãos de Saúde.

Fontes

World Health Organization. Vaccines and immunization: What is vaccination? Disponível em: https://www.who.int/news-room/q-a-detail/vaccines-and-immunization-what-is-vaccination?adgroupsurvey={adgroupsurvey}&gclid=Cj0KCQiAwf39BRCCARIsALXWETxKcKjwsxTNo1anhGrOd6VjWzIjKO9c8Fs6Tz3qHurw_PqDISm0EfAaAkFbEALw_wcB

World Health Organization. Coronavirus disease (COVID-19): Vaccines. Disponível em: https://www.who.int/news-room/q-a-detail/coronavirus-disease-(covid-19)-vaccines?adgroupsurvey={adgroupsurvey}&gclid=Cj0KCQjw1PSDBhDbARIsAPeTqrfHsvm0yExZN2FvvbjNeqnRJjzlnSctpu3CUXI9f63kWRyQh8E4qNcaAnPsEALw_wcB

Comentários