Vacinas.com.br Agende suas vacinas
Home Blog Vacinas Calendário de vacina para idosos: Veja quais vacinas pessoas a partir de 60 anos devem tomar
Vacinas 24 set 2020 | AUTOR: Equipe Vacinas.com.br

Calendário de vacina para idosos: Veja quais vacinas pessoas a partir de 60 anos devem tomar

As vacinas para idosos são de extrema importância para prevenir inúmeras doenças perigosas, principalmente nessa faixa etária. Saiba mais quais vacinas tomar e quando.

Importância da vacinação para idosos

Com o avançar da idade, é comum que o sistema imunológico fique mais enfraquecido e suscetível a doenças infecciosas. Portanto, as vacinas são de extrema importância desde o nascimento até a terceira idade.

As vacinas previnem doenças virais e bacterianas, diminuindo os riscos de internação dos idosos.

Qual a diferença entre a vacina para idosos no SUS e na rede privada?

No SUS estão disponíveis para pessoas acima de 60 anos as seguintes vacinas:

  • Tétano e difteria (dupla adulto ou dT);
  • Hepatite B;
  • Febre amarela;
  • Influenza trivalente;
  • Para pessoas que vivem em casas de repouso ou que têm alguma condição que aumente o risco de infecção pneumocócica, está disponível também a vacina pneumocócica 23-valente (VPP 23).

Na rede privada estão disponíveis também:

  • Vacina pneumocócica 13-valente (VPC 13), que é recomendada atualmente antes da vacina VPP 23;
  • Vacina meningocócica ACWY;
  • Vacina herpes zoster;
  • Vacina tríplice acelular do adulto (dTpa), que substitui a vacina dT e acrescenta proteção contra a coqueluche;
  • Vacina influenza quadrivalente, que oferece proteção contra um outro sorotipo de influenza B;
  • Vacina tríplice viral (SCR), indicada para pessoas que não tiveram sarampo, caxumba e rubéola na infância;
  • Vacina hepatite A, que pode ser administrada em quem ainda for suscetível a esta doença. 

Contraindicações da vacinação do idoso

Cada vacina possui sua particularidade, é necessário analisar as contraindicações de cada uma das vacinas antes de tomá-las.  

Mulher dando joia e sorrindo

Quais vacinas os idosos devem tomar?

Há oito tipos de vacinas que são recomendadas para os idosos. Conheça:

Vacina Influenza (gripe)

  • O que previne: previne a infecção pelo vírus Influenza, que causa a gripe.
  • Quando tomar: É indicada anualmente no outono e no inverno, período em que o vírus influenza circula mais intensamente.
  • Quantas doses: É recomendada uma dose anual.
  • Quem não deve tomar: A vacina é contraindicada para pessoas com alergia grave (anafilaxia) a algum componente da vacina ou a dose anterior.
  • Onde está disponível: Disponível no SUS para maiores de 55 anos e nos serviços privados de vacinação.

Vacinas Pneumocócicas (VPC 13 e VPP 23)

  • O que previne: previne as doenças causadas por 13 e 23 tipos de pneumococos, em especial, pneumonia, meningite e sepse (infecção generalizada).
  • Quando tomar: Para pessoas a partir de 60 anos a vacina deve ser aplicada de rotina.
  • Quantas doses: Iniciar com uma dose da VPC13, seguida de uma dose de VPP23 12 meses depois, e uma segunda dose de VPP23 cinco anos após a primeira.
  • Quem não deve tomar: A vacina é contraindicada para pessoas com alergia grave (anafilaxia), a algum componente da vacina ou a dose anterior.
  • Onde está disponível: Está disponível nos serviços privados de vacinação.

Vacina Herpes Zóster

  • O que previne: Previne contra o herpes zóster, que pode evoluir para uma neuropatia pós-herpética, responsável por dor crônica, prolongada, de difícil controle e extremamente debilitante.
  • Quando tomar: A vacina é recomendada mesmo para aqueles que já desenvolveram a doença. Nesses casos, aguardar intervalo mínimo de um ano entre o quadro agudo e a aplicação da vacina. 
  • Quantas doses: É necessária apenas uma dose.
  • Quem não deve tomar: A vacina é contraindicada para pessoas imunodeprimidas, com alergia grave (anafilaxia) a algum dos componentes da vacina e pessoas com tuberculose ativa não tratada.
  • Onde está disponível: A imunização está disponível apenas nos serviços privados de vacinação.

Vacina dTpa ou dTpa-VIP e dT

  • O que previne: A dTpa previne a difteria, o tétano e a coqueluche. A dTpa-VIP previne a difteria, o tétano, a coqueluche e a poliomielite. A dT previne apenas a difteria e o tétano.
  • Quando tomar: A vacina está recomendada mesmo para aqueles que já tiveram a coqueluche.  Para idosos que pretendem viajar para países nos quais a poliomielite é endêmica, recomenda-se a vacina dTpa combinada à pólio inativada (dTpa-VIP).
  • Quantas doses: É recomendado atualizar dTpa independente de intervalo prévio com dT.

o   Com esquema de vacinação básico completo: reforço com dTpa a cada dez anos.

o  Com esquema de vacinação básico incompleto: uma dose de dTpa a qualquer momento e completar a vacinação básica com uma ou duas doses de dT (dupla bacteriana do tipo adulto) de forma a totalizar três doses de vacina contendo o componente tetânico.

o  Não vacinados e/ou histórico vacinal desconhecido: uma dose de dTpa e duas doses de dT no esquema 0 – 2 – 4 a 8 meses.

  • Quem não deve tomar: As imunizações são contraindicadas para pessoas que apresentaram anafilaxia ou sintomas neurológicos causados por algum componente da vacina ou após a administração de dose anterior.
  • Onde está disponível: No SUS, apenas a dT está disponível gratuitamente. As vacinas dTpa e dTpa-VIP estão disponíveis nos serviços privados de vacinação.

Vacina Hepatite A

  • O que previne: A vacinação previne a infecção causada pelo vírus da hepatite A e que acomete o fígado.
  • Quando tomar: Deve ser aplicada após avaliação sorológica ou em situações de exposição ou surtos.
  • Quantas doses: São recomendadas duas doses, no esquema 0 – 6 meses.
  • Quem não deve tomar: Não é indicada para pessoas que tiveram reação anafilática a algum componente da vacina ou a dose anterior.
  • Onde está disponível: Está disponível apenas nos serviços privados de vacinação.

Vacina Hepatite B

  • O que previne: Previne a infecção do fígado causada pelo vírus da hepatite B.
  • Quando tomar: A imunização é recomendada para fins de rotina.
  • Quantas doses: São recomendadas três doses, no esquema 0 – 1 – 6 meses.
  • Quem não deve tomar: Não deve ser aplicada em pessoas que apresentaram anafilaxia com qualquer componente da vacina ou com dose anterior e nas que desenvolveram púrpura trombocitopênica após dose anterior de vacina com componente hepatite B.
  • Onde está disponível: Está disponível tanto no SUS como nos serviços privados de vacinação.

Observações: A vacina combinada para as hepatites A e B é uma opção e pode substituir a vacinação isolada para as hepatites A e B.

Vacina Febre Amarela

  • O que previne: Confere proteção contra a febre amarela, doença viral potencialmente grave.
  • Quando tomar: É indicada para idosos que não foram previamente vacinados e residentes em áreas de risco.
  • Quantas doses: Recomenda-se atualmente uma dose.
  • Quem não deve tomar: Mesmo que seja raro, está descrito risco aumentado de eventos adversos graves na vacinação de indivíduos maiores de 60 anos. O recomendado nessa situação é consultar um médico que possa avaliar os riscos e benefícios.
  • Onde está disponível: Está disponível tanto no SUS como nos serviços privados de vacinação.

Vacinas meningocócicas conjugadas ACWY/C

  • O que previne: previne meningite e infecções generalizadas causadas pela bactéria meningococo dos sorogrupos A C, W e Y.
  • Quando tomar: A vacina é indicada apenas durante surtos e viagens para áreas de risco.
  • Quantas doses: Apenas uma dose é necessária.
  • Quem não deve tomar: Não é indicada para pessoas que tiveram anafilaxia após o uso de algum componente da vacina ou após dose anterior.
  • Onde está disponível: Para pessoas acima de 60 anos, está disponível apenas nos serviços privados de vacinação.

Vacina Tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola)

  • O que previne: Previne o sarampo, a caxumba e a rubéola
  • Quando tomar: É indicada apenas em situações de risco aumentado.
  • Quantas doses: Apenas uma dose é necessária.
  • Quem não deve tomar: A imunização é contraindicada para pessoas imunodeprimidas.
  • Onde está disponível: Para pessoas acima de 60 anos, está disponível apenas nos serviços privados de vacinação. 

Calendário de vacinação do idoso

Conheça o calendário vacinal de idosos de acordo com a Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm). 

 

Saiba mais: Vacina contra pneumonia em idosos.

Veja onde se vacinar em Locais de Aplicação

 

Fonte

SBIm. CALENDÁRIO DE VACINAÇÃO SBIm IDOSO. Disponível em: SBIm