Vacinas.com.br Agende suas vacinas
Home Vacinas dTpa Adulto

dTpa Adulto

Conheça todos os detalhes da Vacina dTpa (ou Tríplice bacteriana acelular) para adultos:

Compartilhar com

Compartilhar com Facebook Compartilhar com Twitter Compartilhar com Whatsapp

O que previne?

A vacina tríplice bacteriana acelular adulto, também conhecida como dTpa, protege contra:

Difteria: placas esbranquiçadas na garganta ou laringe que, por descolamento das mesmas e obstrução das vias aéreas, podem levar a insuficiência respiratória. A toxina produzida pela bactéria pode levar também a miocardite, causando insuficiência cardíaca, e neurite, podendo levar a quadros de paralisia.

Tétano: provocado quando os esporos da bactéria Clostridium tetani atingem o sistema nervoso. A vacina antitetânica (vacina tétano) é a melhor forma de prevenir a doença.

Coqueluche: Também conhecida popularmente como “tosse comprida”, causa acessos de tosse seca intercalados pela ingestão de ar, com um som típico que lembra um guincho. A doença pode causar pneumonia, convulsões, comprometimento do sistema nervoso e morte.

Indicações

A vacina dTpa Adulto é indicada para reforço das vacinas DTPa ou DTPw em crianças a partir de 3 anos de idade, adolescentes e adultos, gestantes e todas as pessoas que convivem com crianças menores de 2 anos, sobretudo bebês com menos de 1 ano. Isso inclui familiares, babás, cuidadores e profissionais da saúde.

Doses

A vacina é obrigatória para gestantes. Estas devem receber uma dose de dTpa a cada gestação, ​a partir da 20ª semana, de modo a conferir imunização passiva para tétano e coqueluche ao feto e ao recém-nascido. ​Se não vacinadas durante a gravidez, devem receber uma dose após o parto​, o mais precocemente possível (de preferência ainda na maternidade). 

Reforços: pode ser feita como dose de reforço aos 4-5 anos de idade, em adolescentes, adultos e idosos. Para crianças maiores de 7 anos, adolescentes e adultos que não tomaram ou sem registro de três doses de vacina contendo o toxoide tetânico anteriormente, recomenda-se uma dose de dTpa seguida de duas doses da dT.

Contra-indicações

A imunização é contraindicada em pessoas que apresentaram alergia grave (anafilaxia) ou sintomas neurológicos causados por algum componente da vacina ou reações alérgicas após a administração de dose anterior. 

Em caso de encefalopatia dentro de 7 dias após a primeira vacinação com o componente pertussis (coqueluche), não se deve administrar as demais doses.

Em pacientes que estejam com febre no dia da aplicação, é recomendado adiar a vacinação até o seu restabelecimento.

Reações Adversas

Reações mais comuns à vacina dTpa são:

  • Irritabilidade; 
  • Sonolência;
  • Reações no local da aplicação (dor, vermelhidão e inchaço); 
  • Fadiga.

Reações menos comuns: 

  • Falta de apetite; 
  • Dor de cabeça;
  • Diarreia; 
  • Vômito; 
  • Febre.

Reações Incomuns: distúrbios de atenção, irritação nos olhos e erupção na pele, sintomas respiratórios, faringite, aumento dos gânglios linfáticos, síncope (desmaio), tosse, diarreia, vômito, transpiração aumentada, coceira, erupção na pele, dor articular e muscular e febre acima de 39ºC. 

Nas gestantes as reações podem ser as mesmas, mas, em geral, é uma vacina muito segura e essencial para evitar complicações para a mãe e para o bebê.

Do que é feita?

A vacina dTpa contém os toxoides tetânico e diftérico, componentes da da bactéria da coqueluche. Contém também sal de alumínio como adjuvante, fenoetanol, cloreto de sódio e água para injeção.

Local de aplicação

A vacina é aplicada via intramuscular.

Comparativo entre Vacinas

Vacinas Particulares

  • Disponível para todos os grupos.

Vacinas Setor Público

  • Apenas a dT (dupla adulto), não protege quanto à coqueluche. 
  • dTpa adulto é disponível apenas para gestantes.