Vacinas.com.br Agende suas vacinas
Home Blog Vacinas Pneumonia: Entenda o que é, os diferentes tipos e sintomas 

Compartilhar com

Compartilhar com Facebook Compartilhar com Twitter Compartilhar com Whatsapp
Vacinas 15 Maio 2020 | AUTOR: Equipe Vacinas.com.br

Pneumonia: Entenda o que é, os diferentes tipos e sintomas 

De acordo com a Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia, a pneumonia afeta mais de 2 milhões de brasileiros todo ano.

Entenda sobre os diferentes tipos de pneumonia, os principais sintomas e a relação da doença com o novo Coronavírus.

O que é pneumonia?

A pneumonia é uma infecção que afeta os pulmões, órgão localizado na caixa torácica que faz parte do aparelho respiratório humano, de modo que os alvéolos pulmonares, que são minúsculos sacos aéreos responsáveis pela troca gasosa entre o ar e o sangue, sejam afetados.

Na doença, pode ocorrer o acúmulo de líquido ou pus na cavidade entre as pleuras, membrana dupla muito fina formada pela pleura visceral e pela pleura parietal, o levando a um derrame pleural.

A doença pode ser causada por diferentes agentes como bactérias, vírus e fungos e geralmente afeta crianças menores de 5 anos de idade. A doença é uma das principais causas de morbimortalidade nessa faixa etária em todo o mundo.  

Pneumonia: Imagem de duas mãos representando o cuidado com o pulmão

Quais os sintomas da pneumonia?

No geral, a pneumonia tem alguns sintomas comuns, que são:

  • Tosse seca ou com catarro ou pus;
  • Dores agudas no peito ou nas costas;
  • Febre;
  • Calafrios;
  • Dificuldade ou dor ao respirar;
  • Falta de ar;
  • Arritmia cardíaca;
  • Respiração acelerada;
  • Fadiga;
  • Sudorese. 

É possível ter pneumonia sem febre?

Mesmo sendo atípico, pode ocorrer de um paciente não apresentar sintomas de febre e ser diagnosticado com a doença. Em idosos e crianças recém-nascidas, a ausência desse sintoma é mais comum. 

Existe relação de pneumonia com dor nas costas?

A pneumonia pode se manifestar através de dores nas costas. É necessário se atentar aos demais sintomas comuns da doença e caso as dores permaneçam, é necessário auxílio médico para diagnóstico rápido de modo a evitar maiores complicações.

Tipos de pneumonia

A pneumonia não é uma doença única e sim o conjunto de várias doenças.  Pode ser causada por vários microrganismos diferentes. Entenda os diferentes tipos: 

 

Pneumonia bacteriana

Normalmente esse tipo de pneumonia é causada pela bactéria Streptococcus pneumoniae. Outros tipos de bactérias como Haemophilus influenzae, Klebsiella pneumoniae, Staphylococcus aureus, Legionella pneumophila também podem ocasionar a doença.

Geralmente essa doença não é contagiosa, pode ser tratada com o auxílio de antibióticos e a melhora costuma ocorrer a partir do terceiro dia de tratamento.

No caso de pacientes idosos, crianças pequenas ou quando a doença apresenta sinais graves de comprometimento nos pulmões, rins, pressão arterial alterada e dificuldade respiratória, a internação hospitalar pode ser necessária.

Alguns fatores podem ser facilitadores da doença, tais como desnutrição e baixo peso ao nascimento, falta de vitamina A, ausência de aleitamento materno e exposição de fumaças de cigarro e poluição.

Pneumonia viral

A pneumonia viral é causada pelo vírus Influenza A ou B, que é o causador da gripe.

 Outros vírus respiratórios podem também causar pneumonia, assim como o vírus da varicela e do sarampo.

Esse tipo de pneumonia ocorre com mais frequência no inverno porque as pessoas tendem a ficarem mais aglomeradas em lugares fechados, o que possibilita a disseminação do vírus. 

Pneumonia fúngica

 A pneumonia fúngica ocorre com maior frequência em pacientes imunodeficientes.

Alguns fungos são transmitidos por via respiratória e podem causar pneumonia, tais como: Histoplasma capsulatum, que causa a histoplasmose, Coccidioides immits, que causa a coccidioidomicose, e Blastomyces dermatitidis, que causa a blastomicose.

Pessoas sadias não apresentam nenhum sintoma, porém em alguns casos, a doença pode ser extremamente grave, como no caso de indivíduos imunodeficientes. Tudo depende da condição imune do paciente e idade.

Existe remédio caseiro para pneumonia?

Embora muitos remédios caseiros sejam descritos como colaborando no processo de cura, eles não substituem os antibióticos ou antivirais que podem ser recomendados sob orientação médica para o tratamento da doença.

Além disso, é importante manter-se hidratado para ajudar na eliminação de secreções respiratórias.

Como é a transmissão da pneumonia?

A pneumonia pode ser transmitida através de gotículas salivares ou muco, que está presente quando o paciente infectado tosse ou espirra. Isso é mais comum no caso de pneumonias causadas por vírus.

Pulmão mostrando a pneumonia microscopicamente

Pneumonia é contagiosa?

Alguns tipos de pneumonia podem ser contagiosos, principalmente as causadas por vírus. No caso da pneumonia bacteriana, a transmissão é mais difícil de acontecer.

Pneumonia em idosos: como se prevenir?

A doença é mais comum em idosos, portanto, alguns cuidados são necessários para a prevenção da doença.

Das três vacinas pneumocócicas disponíveis no Brasil (vacina pneumocócica 10-valente, vacina pneumocócica 13-valente e vacina pneumocócica 23-valente) duas estão licenciadas para os idosos: a vacina pneumocócica 13-valente (vacina pneumo 13) e a vacina pneumocócica 23-valente (vacina pneumo 23).

A vacinação com 10-valente é obrigatória em todas as crianças menores de 5 anos de idade e está disponível gratuitamente no Sistema Único de Saúde (SUS).

Já a vacina pneumocócica 13-valente e a vacina pneumocócica 23-valente estão disponíveis para alguns grupos de pacientes no SUS. Estas vacinas estão disponíveis para crianças e adultos na rede privada, de acordo com os calendários da SBIm.

Outros métodos preventivos são:

  • Seguir uma alimentação balanceada e saudável;
  • Manter-se hidratado, bebendo água com frequência;
  • Praticar exercícios físicos de acordo com indicação médica;
  • Evitar locais de grande aglomeração, principalmente no inverno;
  • Manter-se agasalhado;
  • Higienizar as mãos com água e sabão com frequência.

Vale a pena lembrar que o vírus influenza pode também causar pneumonia; pode também favorecer que bactérias como o pneumococo causem pneumonia. Por causa disso, é importante tomar anualmente a vacina da gripe, além da vacina pneumocócica.

Penicilina funciona contra a pneumonia? 

No caso da pneumonia bacteriana, o médico pode orientar o uso de um antibiótico ou de uma combinação deles. A Penicilina pode ser indicada para o combate da doença, impedindo a replicação de agentes infecciosos como o pneumococo.

Quais a relação entre o novo coronavírus e pneumonia

O novo coronavírus, denominado SARS-CoV-2, causa a COVID-19. Esta doença pode se apresentar de diversas formas, desde nenhum ou poucos sintomas respiratórios até quadros de pneumonia grave. Em geral, a pessoa que se infecta e que desenvolve quadros graves fica com sintomas leves como tosse, coriza e febre por 5 a 7 dias, quando então começa a piorar. Esses casos de coronavírus acometem por volta de 20% dos doentes, e o mais comum é desenvolverem uma pneumonia: a pessoa fica com falta de ar, fraqueza intensa e a febre persiste após os 7 dias. Muitas vezes é necessária internação hospitalar e mesmo admissão em uma Unidade de Terapia Intensiva.

O médico Richard Levitan, relatou em um artigo publicado pelo The New York Times, que a pneumonia da COVID-19 pode em alguns casos causar uma hipóxia silenciosa, que significa uma privação do oxigênio sem que a pessoa sinta desconforto respiratório. Esses pacientes apresentavam baixa saturação de oxigênio e não sentiam nenhuma alteração no corpo, o que pode comprometer o diagnóstico precoce da doença. 

 

Veja também: Meningite

Veja onde se vacinar em Locais de Aplicação

 

Fontes

https://bvsms.saude.gov.br/bvs/dicas/233_pneumonia.html

https://drauziovarella.uol.com.br/doencas-e-sintomas/pneumonia/

http://www.santalucia.com.br/noticias/quais-as-semelhancas-e-diferencas-entre-pneumonia-comum-e-causada-por-covid-19/

Vacinas relacionadas